COMUNICADO CIENTÍFICO

COMUNICADO CIENTÍFICO

O Presidente da República sancionou a lei que autoriza a prescrição médica dos agentes farmacológicos para a terapia antiobesidade: mazindol, dietilpropiona e fenproporex.

A Associação Brasileira de Nutrologia – ABRAN – enfatiza que tais medicamentos, quando bem indicados e com uso judicioso, são bons auxiliares no tratamento desta importante patologia.

Orientação nutrológica adequada, prática de exercícios físicos e mudanças no estilo de vida de modo a prevenir e tratar a hipertensão arterial, as dislipidemias, o diabetes, a resistência insulínica, a microalbuminúria, a esteatose hepática, as doenças cardiovasculares e outros componentes das co-morbidades da obesidade/síndrome metabólica, são as verdadeiras bases de tratamento da obesidade, buscando melhoria da qualidade de vida e aumento da sobrevida.

O tratamento da obesidade, como outras doenças crônicas, está inserido na pirâmide do tratamento das doenças crônicas, que especificamente no caso da doença obesidade, a base é a nutroterapia e atividade física, seguidas de mudanças cognitivas e comportamentais, adicionando-se a farmacoterapia, se necessário, e no ápice da pirâmide a indicação para a cirurgia bariátrica, sempre com monitoramento médico intensivo, em todas as etapas do tratamento.

 

Associação Brasileira de Nutrologia

#Destaque