A importância do café da manhã

A importância do café da manhã

De manhã precisamos de energia para nosso corpo acordar e começar a funcionar corretamente e o café da manhã nos ajuda a ter essa energia matutina. Porém, uma dúvida comum é o que devemos consumir nessa refeição tão importante? Quão prejudicial pode ser pular o café da manhã? E o jejum intermitente?

Ele pode ser válido, mas pontual para pacientes que buscam redução do peso corporal, desde que feito com o acompanhamento de um profissional da saúde, como o médico nutrólogo, por exemplo. Essa abordagem dietoterápica não deve ser realizada por um período prolongado e pode desencadear desregulações no sistema nutroneurometabólico, que mantém a regulação corporal e sua disponibilidade energética.

Portanto, é evidente que não tomar um café da manhã equilibrado pode trazer malefícios à saúde. Uma última e relevante lembrança: de acordo com um recente estudo publicado no International Journal of Obesity, pais que costumam “pular” o café da manhã, contribuem para o desenvolvimento de sobrepeso e obesidade em seus filhos. Então, nesse caso, o melhor é aproveitar um bom momento em família desfrutando do café da manhã.

O que não pode faltar no café da manhã?

Primeiramente, como saber se seu café da manhã é equilibrado? Simples. Uma refeição como o café da manhã precisa de uma dose correta de carboidratos, que vão gerar energia imediata, fibras e gorduras do bem, que auxiliarão o organismo e seu funcionamento, e de proteínas, que têm um poder sacietógeno, que faz com que consumamos menos alimentos ao longo do dia, e termogênico, que nos dá energia para as atividades do dia a dia, em maior quantidade quando comparado aos carboidratos e gorduras.

Mas se as proteínas são tão boas, só vou consumir isso, certo? Errado. Normalmente, necessitamos de um grama de proteínas por quilo de peso por dia. Se você fizer atividade física regularmente, pode consumir até 1,5 gramas por quilo. Dessa forma, as proteínas deverão ser divididas de acordo com essa necessidade individual, ou seja, uma pessoa de 70 quilos deve ingerir em torno de 70 g de proteínas por dia e, portanto, 25 g em cada refeição em média. Isso equivale a um pote de iogurte natural de 180 ml, 100 gramas de aveia e 200 ml de leite para o café da manhã. Nesse caso, o iogurte também é uma boa escolha, pela presença dos probióticos, que trazem benefícios e ajudam no balanço da flora bacteriana intestinal.

Além disso, o próprio café pode ser importante, pois ajuda a estimular o sistema nervoso central e ajuda a ter energia para as atividades durante o dia todo. Realmente um despertador. O café com leite é o “arroz com feijão” do café da manhã. O leite, que também contém carboidrato (lactose) e proteínas, somado ao café, é uma junção nutricionalmente adequada. Já em relação aos embutidos, como mortadela, presunto e salame, é bom evitar, devido ao alto teor de gordura saturada, que é prejudicial à saúde.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/33114-cafe-da-manha-ou-jejum-intermitente-especialista-explica

#Destaque